25 fevereiro 2016

Especial Oscar 2016: Meus filmes favoritos - Parte I

Geeente, Oscar? Mas já? Pois é, a premiação mais aguardada do ano (por mim, rs) está aí! E claro que eu não poderia deixar de vir aqui contar meus favoritinhos (até agora), né? Farei um especial e o dividirei em uma série de posts. Então, aqui vai o primeiro!  Deixei em negrito as estatuetas que acho que os filmes citados merecem.

Lembrando que não sou crítica de cinema, não sou profunda entendedora do assunto e nem nada disso, ok? Sou apenas uma apaixonada pela sétima arte (ui).

Vamos aos indicados? Hahaha...

The Danish Girl ou A Garota Dinamarquesa
O filme está indicado em quatro categorias: melhor ator, melhor atriz coadjuvante, melhor figurino e melhor direção de arte. O longa retrata a história verídica de Lili Elbe, a primeira mulher transexual a realizar cirurgia de redesignação de gênero (vulgo mudança de sexo, termo usado erroneamente). Eddie Redmayne está simplesmente incrível no papel, ele consegue nos colocar perfeita e totalmente no lugar de Lili. A mensagem que o filme passa é incrível: "encontre coragem para ser você mesmo" e é exatamente isso que a personagem passa o filme inteiro tentando fazer. Torço para melhor figurino e melhor direção de arte. É o meu favorito e desculpa, Leo, mas estou torcendo para o Eddie na categoria de melhor ator. <3
Spotlight ou Spotlight - Segredos Revelados
Em Spotlight vemos uma equipe de jornalistas investigativos correrem atrás de uma matéria que foi ignorada e teve seu tema colocado para baixo do tapete e engavetado durante anos, literalmente. É que o assunto era gravíssimo e mexia com o tabu da pedofilia ligado com a maior instituição religiosa dos últimos tempos: a Igreja Católica. Pois é, Spotlight, indicado a seis estatuetas, fala sobre padres pedófilos, o poder da Igreja e as consequências do abuso infantil. Pesado, né? O clima é assim durante todo o filme, o que te prende até saber o desfecho final. O roteiro é original, baseado em uma investigação que ganhou o prêmio Pulitzer e sinceramente, muito bem adaptado. Não vi nenhuma grande atuação e não estou torcendo para as indicações dos atores, mas o roteiro vale o filme. Assitam! As indicações são: melhor filme, melhores ator e atriz coadjuvantes, melhor diretor, melhor roteiro original e melhor montagem. Minha torcida para melhor roteiro original é dele!

The Martian ou Perdido Em Marte
Bom, o poster já me chamou a atenção de primeira! Adoro a temática desde "O Resgate de Jéssica" na sessão da tarde, hahaha. Enfim, foi um dos primeiros que assisti da listinha do Oscar justamente por isso. Matt Damon sempre incrível em seus papéis, isso é indiscutível e eu não esperava nada menos dele. Nesse filme, Mark é deixado para trás por sua equipe que acredita que ele morreu em missão e simplesmente fica em Marte, tentando sobrivever até seu improvável resgate. Odeio ficção científica, exceto quando envolve fim do mundo e resgastes complicados, hahaha. Enfim, adorei a fotografia do filme e o roteiro adaptado de uma comédia (PASMEM), que é incrível. Adoro Ridley Scott por ele ser o diretor de Hannibal, que é um dos meus filmes favoritos da história. Não tinha como eu não favoritar esse aqui não. O filme está concorrendo em sete categorias, são elas: melhor filme, melhor ator, melhor roteiro adaptado, melhores efeitos visuais, melhor edição de som, melhor mixagem de som, melhor direção de arte. Ele é meu favorito para as estatuetas de melhor filme e melhor roteiro adaptado.
The Renavant ou O Regresso
Neste filme, basicamente, vemos Leonardo di Cáprio se ferrando muito, hahaha. O filme tem uma das melhores fotografias que já vi, efeitos visuais maravilhosos e uma atuação coadjuvante impecável. Precisamos falar sobre o ator coajuvante que protagonizou a cena e que deixou Leo super ofuscado, o que somado a atuação divina do Eddie Redmayne, pode ter tirado a chance do eterno Jack de ter seu sonhado Oscar na prateleira da sala. Tom Hardy tem uma lista imensa de filmes ótimos (exemplo, Bronson) e merece de longe, ganhar a categoria nesse ano. Agora sobre o filme, né? O Regresso é um filme de vingança, o que me conquista de cara. A trama pode ficar um pouco cansativa mas garanto que do meio para o final, fica incrível e vai valer a pipoca. O filme está indicado a 12 categorias, são elas: melhor ator, melhor filme, melhor diretor, melhor ator coadjuvante, melhor fotografia, melhores efeitos visuais, melhor edição de som, melhor montagem, melhor figurino, melhor direção de arte, melhor cabelo e maquiagem, melhor mixagem de som... Ufa! Muito premio, haha. Torço para o Tom Hardy em melhor ator coadjuvante, melhor diretor, melhor fotografia, melhor cabelo e maquiagem e melhores efeitos visuais.

E assim encerro minha primeira parte dos "tem que ver" do Oscar 2016. Lembrando novamente que não sou especialista (por isso mesmo prefiro não opinar em mixagem de som, edição de som e montagem). Esta é apenas minha singela opinião. 

Espero que tenham gostado do post e que gostem do especial!

Um grande beijo e até o próximo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário